Share it

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Como utilizar preposições em inglês? Regras simples.


Em inglês, temos, dentre outras, as seguintes preposições: “at”, “on”, “in”, cujo emprego pode ser utilizado, via de regra:


Em se tratando de LUGAR, regra geral, “on” significa “sobre”, “in” quer dizer “dentro” e “at” acaba sendo aplicado para os demais casos.

Ex1: The book is on the table

(O livro está sobre a mesa)



The book is in the box

(O livro está dentro da caixa)



You can find the book at the library

(Você pode achar o livro na biblioteca)



The sign is at the door

(O aviso está na porta)



Alice is at home 

(Alice está em casa)





Em se tratando de TEMPO, regra geral, “on” é utilizado para dias e datas, “in” para períodos (de meses, anos, etc.) e “at” para horas.



Ex2: See you on Monday

(Te vejo na segunda) 



Sheila will be back on your birthday

(Sheila estará de volta no seu aniversário)



Life was better in the 70’s

(A vida era melhor nos anos setenta)



Rita will buy a car in a couple of months

(Rita comprará um carro em dois meses)



Paul is arriving at nine o’clock

(Paul está chegando às nove horas)



Luch will be served at noon

(O almoço será servido ao meio-dia)



See you at night

(Te vejo à noite)






To e For 


Preposições são palavras de significado pouco claro e muito variável. São mais partículas funcionais do que palavras de conteúdo semântico definido. A maioria das ocorrências de preposições, não segue um padrão lógico ou regular. Além disso, entre o português e o inglês, as preposições não apresentam uma correlação muito estreita. Cobrem normalmente diferentes áreas de significado, sendo umas de uso mais amplo que outras.

É particularmente notória a dificuldade para nós, brasileiros, quando temos que decidir qual preposição usar em inglês, to ou for, quando em português a idéia seria expressa através da preposição para. Em geral, pode-se dizer que to está ligado à idéia de direção, movimento, correspondendo muitas vezes também à preposição a do português; enquanto que for está relacionado com a idéia de substituição, intenção ou predestinação, correspondendo, às vezes, ao português por. Esta diferença de significado, entretanto, não é sempre clara. Mesmo assim, for e to raramente podem ser usados como sinônimos.

Freqüentemente to e for introduzem o objeto indireto e é neste caso que as duas preposições normalmente correspondem ao português para. Objeto indireto em inglês é sempre um nome ou pronome que precede ou sucede o objeto direto nos verbos bitransitivos. Quando posicionado antes do objeto direto, não vem acompanhado de preposição. Quando posicionado após o objeto direto, virá invariavelmente acompanhado da preposição to ou for. Neste caso, a preposição certa dependerá do verbo, não havendo regra para isso. Observe os seguintes exemplos:

TO VERBS     /       FOR VERBS 
I gave a present to him. = I gave him a present.
I'll show the figures to you. = I'll show you the figures.
He sold a car to me. = He sold me a car.
He sent a letter to Mary. = He sent Mary a letter.
Can you lend this book to me? = Can you lend me this book?
The boss told a joke to us. = The boss told us a joke.
Who teaches English to them? = Who teaches them English?
I paid $10 to the repairman. = I paid the repairman $10.
Will you pass the sugar to me? = Will you pass me the sugar?
Read a story to the children. = Read the children a story.
I wrote a letter to my friend. = I wrote my friend a letter.
Hand that book to me, please. = Hand me that book, please.
He offered a job to Mary. = He offered Mary a job.
He'll bring something to me. = He'll bring me something.
She sang a lullaby to the baby. = She sang the baby a lullaby.
I'll throw the ball to you. = I'll throw you the ball. Let me buy a present for you. = Let me buy you a present.
I got some food for you. = I got you some food.
She made a sandwich for me. = She made me a sandwich.
Did she cook dinner for you? = Did she cook you dinner?
Can you do a favor for me? = Can you do me a favor?
He can find a job for you. = He can find you a job.
He left a message for you. = He left you a message.
Shall I pour more tea for you? = Shall I pour you more tea?
Reserve hotel rooms for us. = Reserve us hotel rooms.
Save the stamps for him. = Save him the stamps. 

Existem também verbos que só aceitam o objeto indireto quando acompanhado de preposição. Exemplos:

TO VERBS  /   FOR VERBS 
The teacher said "Good morning" to the students.
He's going to introduce Mary to his family.
I already explained the project to the staff.
Mr. Cole described the new house to his wife.
I sometimes speak English to (with) my wife.
Bob reported the accident to the police.
I repeated your ideas to my parents.
He admitted his mistake to the boss.
I'll mention your plan to the director.
Dr. Bishop recommends this medicine to some patients.
Richard has announced his engagement to his friends.
It sounds good to me.
The salesgirl suggested a gift to Philip. Can you carry the suitcases for me?
Could you open the door for me?
He asked the bank teller to cash a check for him.
Doctors like to prescribe medicine for the patients.
She is going to prepare the meal for the guests.
I asked her to sign the letter for me.
Can you hold this for me, please?
I changed the traveler's checks for you.
I asked the secretary to make an appointment for me.
He translated an article for me.
I recorded a tape for you.
I'll take the car to the mechanic for you.
The salesgirl suggested Philip a gift for his girlfriend.
Can you play the piano for me? 

Na verdade, quase qualquer verbo aceita o adjunto preposicional for. São portanto ilimitadas as possibilidades de FOR VERBS neste segundo grupo. Observe-se que mesmo os TO VERBS, além de aceitarem o objeto indireto precedido pela preposição to, também aceitam o adjunto preposicional for, porém com outro sentido.

Ex:

I sent a letter to Mary.
I sent a letter for Mary.

No primeiro exemplo, Mary mora noutro lugar e eu lhe escrevi mandando notícias. No segundo exemplo, Mary escreveu uma carta para alguém, estava talvez muito ocupada para ir ao correio, e eu fui em lugar dela.

O verbo to go também freqüentemente ocorre associado às preposições to e for. Observe-se os dois grupos abaixo:

GO TO EXPRESSIONS     /     GO FOR EXPRESSIONS 
go to work
go to school
go to bed
go to church
go to town
go to court
go to pieces
go to hell
go to Porto Alegre
go to the bank, go to the office, etc. go for a walk 
go for a ride 
go for a drive 
go for a beer 
go for it 

Uma das ocorrências mais elementares da preposição to é no uso do infinitivo em inglês. Isto normalmente ocorre na estrutura VERB + to + VERB. Exemplos:

I have to go.
I like to drink beer.
Nice to meet you.
I'm not able to work.
He decided to leave.
He helped me to find my keys.
We expect to win the game.
Mesmo quando não introduzem objetos indiretos, a ocorrência das preposições to e for continua dependendo do verbo que acompanham ou da expressão idiomática em que ocorrem. Em muitos casos for corresponde a por do português. Exemplos:

TO EXPRESSIONS       /      FOR EXPRESSIONS 
Up to date
To my surprise, ...
To the best of my knowledge, ...
According to ...
Apply to a university.
He reacted well to my comments.
I object to staying up late.
I'm accustomed to working hard.
I'm not used to working on Sundays.
It's very sensitive to cold weather.
To (for) me, it sounds good.
It's interesting to me.
She was invited to a party.
I'm looking forward to hearing from you.
It's a hundred miles from here to Porto Alegre.
They raised his salary to $1,000.
Don't jump to conclusions. For sure!
For God's sake!
For example, ...
For this reason ...
For the first time ...
For (to) me, it sounds good.
Apply for a job.
Any letters for me?
I feel sorry for them.
He left for home.
He works for a tobacco company.
I sold my house for 40 thousand dollars.
He charged 50 dollars for the translation.
I lived abroad for 7 years.
He's very strong for an old man.
I'm looking for a job.
He received a grant for studying medicine.
I want eggs for breakfast.
I wrote a check for $100.





Um comentário: